Jet Waves News > >

Jet Waves Cup 2008 - Release

 

> 08/09/2008

 

Jet Waves 2008 – Itajaí sucumbe ao talento de Pierre Maixent

Pierre Maixent é Campeão do Jet Waves 2008 e Ross Champion vence o Campeonato Mundial de Freeride IFWA

- link - álbuns de fotos

A cidade de Itajaí no litoral catarinense teve o prestígio de receber a 10ª. edição do Jet Waves, o maior evento de freeride do mundo. Pelo segundo ano consecutivo a Praia Brava recebeu nos dias 5, 6 e 7 de setembro de 2008 a Jet Waves Cup, que também é a etapa brasileira do Campeonato Mundial de Freeride IFWA.

Além da ansiedade de todos a cada vez que se aproxima mais um Jet Waves, o que poucos que acompanharam a história da competição acreditavam é que estaríamos comemorando 10 anos de Jet Waves. Desde um início acanhado em 1999 até hoje o freeride cresceu exponencialmente e vem conquistando adeptos pelo mundo inteiro.

Na semana anterior a competição, os melhores pilotos de freeride do Brasil e do exterior começaram a chegar. Muitos se reuniam em Floripa para treinarem juntos, outros vieram só na véspera, mas da Bahia ao Rio Grande do Sul, da Inglaterra e França aos Estados Unidos e a África do Sul os competidores concentraram-se todos na cidade de Itajaí no dia anterior a abertura do Jet Waves Cup 2008.

Itajaí, cidade portuária que apresenta grande vigor econômico, também esconde um tesouro escondido, o Canto do Morcego, na Praia Brava, um costão de pedra onde quebram ondas de mais de dois metros com regularidade durante o dia e a noite reúne alguns dos lugares mais badalados da costa catarinense. Foi neste canto que os freeriders começaram a descarregar os jet ski na sexta-feira cedo, dia 5 de setembro, sob um céu nublado com garoas esparsas, mas com ondas, ondas que não decepcionavam.

O cenário internacional do jet ski exalava competitividade neste final de Campeonato Mundial, americanos e franceses, italianos e brasileiros, alemães, ingleses e sul-africanos povoaram as praias das etapas da França e da Espanha. O Tri-Campeão Mundial de Freeride o francês Pierre Maixent não fora bem nas primeiras etapas e o americano Ross Champion chegou ao Brasil com 16 pontos de vantagem sobre Maixent e 5 pontos de vantagem sobre o outro francês Romain Stampers e o italiano Federico Bufacchi – Ross vencera na França e Romain na Espanha enquanto Pierre repetira dois quinto lugares. O resultado de todos no Jet Waves era fundamental para as pretensões do campeonato.

Como a etapa americana do campeonato foi cancelada, para substituí-la foi combinado que domingo à tarde, após a final do Jet Waves, haveria uma prova extra, o Challenge World Championship, válido como quarta etapa do campeonato, ou seja, a pontuação em jogo no fim de semana definiria o campeonato.

Na sexta-feira os pilotos disputaram as baterias classificatórias. O sistema de disputa é feito bateria homem a homem, os que perdiam ainda teriam outra bateria como oportunidade para se classificarem. Algumas surpresas aconteceram nesta primeira série de baterias, algumas vezes causadas por problemas mecânicos, como na derrota de Pierre Maixent para Tiago Geitens, ao enfrentar problemas em seu equipamento ou mesmo de Bruno Jacob sobre A. Lenzi. Mas também tivemos surpresas resultantes de boas disputas, como na vitória de Cristiano Magarão sobre Leandro Vieira – este que em 2007 foi o melhor brasileiro da competição ao chegar em 4º lugar – o baiano Cristiano Magarão apresentou linda manobra, um back-flip no hands. Uma perda sentida por todos foi a contusão sofrida pelo gaúcho Alexandre Buneder, vencedor da 1ª. Etapa do Campeonato Brasileiro de Jet Ski em março deste ano.

Na seqüência da tarde ainda rolaram as baterias da “last chance” para os que havia sido derrotados. Leonardo Caldoncelli se recuperou dos problemas mecânicos e venceu a Leandro Vieira, Lenzi passou por Everardo Souza, o alemão Arkadius Schramek passou pelo ingês Graham Reid, Pierre Maixent recuperou-se e superou outra revelação do freeride nacional, o carioca Antonio Farias, vice-campeão amador da 1ª. Etapa do Brasileiro de Freeride, e o estreante Octavio Bortoncello superou ao contundido Alexandre Buneder.

A sexta-feira foi encerrada sem grandes surpresas pelos resultados, com exceção das saídas prematuras de Buneder e de Leandro Viera. O comentário geral era dirigido para as excelentes apresentações de Ross Champion com seu back-flip superman e as de Alexandre Lenzi que surfara muito bem.

Sábado amanheceu com chuva. A névoa cinza e o tom escuro da manhã que prevalecia das janelas do Hotel Marambaia dava certo receio a todos, o que encontraríamos na praia? A garoa só parou mesmo pouco depois do início das baterias, mas o mais importante é que as ondas continuavam altas, um metro e meio era constante, algumas tangenciavam dois metros de altura.

As oitavas de final reiniciaram esquentando o campeonato e o público presente. Romain Stampers realizou uma apresentação de alto nível e superou Douglas Carvalho, mostrando porque vencera a etapa da Espanha do IFWA Tour. Cristiano Magarão se superou, mas isto não bastou para fazer frente ao indomável baixinho Ross Champion que levantava a galera com suas manobras. O sul-africano Brett Armstrong foi beneficiado em sua bateria com o carioca Leonardo Caldoncelli, este último mais uma vez passou por problemas mecânicos. Lenzi superou com tranqüilidade a outro carioca, Webert Hipólito. O jovem aguerrido piloto baiano Bruno Jacob superou com competência ao alemão Arkadius Schramek. Pierre Maixent parecia ter acordado e voltado a excelente forma dos anos anteriores, mostrou um freeride de altíssima qualidade e superou o piloto catarinense Wilson Bonarovski, o Bola, que mandou bem nas manobras também. Tiago Geitens não teve dificuldades frente a Octávio Bortoncelli e nem Federico Bufacchi frente ao inglês Graham Reid.

Após a série das oitavas de final houve uma longa pausa para almoço no acolhedor Galera´s Bar. Um bar magnífico com uma bela decoração que recebeu muito bem a toda a família Jet Waves durante os dias do evento e onde rolou concorrida festa happy hour no sábado.

O domingo 7 de setembro acordou ensolarado para o grande dia do freeride internacional em 2008. As quartas-de-final continuaram em uma praia com muito sol, céu azul e ondas um pouco mais baixas constantes e suficientes para a grandeza da competição. Alexander Lenzi enfrentou parada dura com o sul-africano Brett Armstrong, venceu pela qualidade das suas manobras aéreas, pois Brett também surfou muito bem, afinal ele vem da “escola” do insuperável Jimbo Visser. Pierre Maixent acordara com o pé-direito neste dia e começou a mostrar isto em sua bateria com Bruno Jacob, deu aéreos bem altos e perfeitos e ainda surfava as ondas por inteiro, aproveitando toda a dimensão da área da competição, do miolo da praia ao canto de pedras, com muita raça ele ia e voltava surfando e decolando. Federico Bufacchi mostrou a costumeira elegância nas decolagens e venceu a Tiago Geitens e Ross Champion continuava a mostrar porque estava em primeiro lugar na classificação ao superar Roman Stampers de forma indiscutível.

Na semifinal ninguém teria facilidades. Ross Champion esforçou-se, decolou, surfou e venceu Lenzi, mas não foi fácil, o brasileiro “vendeu caro” a derrota. Outra semifinal eletrizante foi entre Pierre Maixent e o italiano Federico. Os aéreos dos dois, constantes, nas alturas, provocavam urros no público, mas repetimo-nos, Maixent estava com muita gana neste dia, surfava forte, até a areia, “matava a onda” e isto foi decisivo na sua vitória.

A grande final do Jet Waves 2008 não poderia ser diferente, Pierre e Ross. Lenzi e Federico Bufacchi ainda disputariam o terceiro lugar, com a vitória do italiano, logo o americano e o francês entravam no mar para um inacreditável show, palavra que sintetiza o que foram estes dez minutos finais do Jet Waves Cup 2008.

Pierre executou pela primeira vez em uma competição uma nova manobra, um "back flip clicker", e venceu o Jet Waves Cup 2008 – foram 10 minutos eletrizantes. Um humilde Ross Champion declarava ao final da bateria: "Eu corri com melhor piloto de freeride do mundo atualmente e um dos meus melhores amigos. Forcei manobras mais radicais, mas ele foi melhor", disse o americano. Mais uma vez Pierre Maixent no alto do pódio do Jet Waves.

Após o almoço todos voltaram para assistirem ao 2008 IFWA - World Championship Challenge – desafio válido pela quarta etapa do campeonato. Os oito melhores da tour mundial dos que lá estavam entraram nas águas para uma curta e decisiva disputa.

Federico Bufacchi deu o seu melhor na luta pelo campeonato, venceu a Lenzi e a Ross Champion e encarou Pierre Maixent na final. O francês abusado atropelara seus adversários e chegou “mordendo o guidão” para a última disputa do dia. Antes Ross conquistou o terceiro lugar da etapa ao vencer o outro francês Romain e ficou assistindo a final já sabendo que conquistara o título mundial.

Novamente Pierre. Foi back flip pra lá, barrel roll pra cá, manobras que eram executadas e reinventadas e muito surf. Bufacchi bem que foi muito forte, alguns decolões incríveis, mas o dia era francês, mesmo sem saber o resultado Pierre saiu da água comemorando. Não havia dúvidas ali para ninguém, a vitória foi justa.

5 horas da tarde de domingo, o organizador Marcelo “Tchello” Brandão anunciava os vencedores do Challenge e do Campeonato – Pierre ganhava tudo no dia, mas o ano levaria o nome de Ross Champion, Campeão Mundial de Freeride IFWA 2008 – o qual, emocionado, no pódio dedicou o título ao seu amigo Zach Waddle, piloto de freeride jet ski que faleceu recentemente.

Texto & Fotos : Mauricio A. Brandão


Ross Champion


A. Lenzi


Cristiano Magarão


Leonardo Caldoncelli


Pierre Maixent

Jet Waves Cup 2008 - Resultados

1. Pierre Maixent - França

2. Ross Champion - USA

3. Federico Bufacchi - Itália

4. Alexander Lenzi - Brasil - Santa Catarina

5. Romain Stampers - França

5. Brett Armstrong - África do Sul

5. Bruno Jacob - Brasil - Bahia

5. Tiago Geitens - Brasil - Rio Grande do Sul

9. Graham Reid - Reino Unido

9. Arkadius Schramek - Alemanha

9. Cristiano Magarão - Brasil - Bahia

9. Wilson Bonaroski - Brasil - Santa Catarina

9. Douglas Carvalho - Brasil - Goiás

9. Octávio Bortoncello - Brasil - Rio Grande do Sul

9. Leonardo Caldoncelli - Brasil - Rio de Janeiro

9. Webert Hipólito - Brasil - Rio de Janeiro

17. Antonio Farias - Brasil - Rio de Janeiro

17. Alexandre Buneder - Brasil - Rio Grande do Sul

17. Leandro Vieira - Brasil - Santa Catarina

17. Everardo Souza - Brasil - Santa Catarina

 

Campeonato Mundial de Freeride IFWA Tour 2008

1. Ross Champion - USA

2. Federico Bufacchi - Itália

3. Pierre Maixent - França

4. Romain Stampers - França

 

topo

 
 
© Copyright 2006
IFWA ProNautica Gran Hotel Stella Maris Wamiltons Federação de Esportes Radicais FEDERAÇÃO DE ESPORTES RADICAIS - FER Sol Express Jacob Adventure ProNautica